• Slideshow
  • Slideshow
  • Slideshow
  • Slideshow
  • Slideshow
  • Slideshow
  • Slideshow
  • Slideshow

Conselho Regional de Biologia - 4a Região

Conselho Regional de Biologia - 4a Região

Principal Comunicação Notícias Dia Nacional de Urubuzar no Tocantins
Dia Nacional de Urubuzar no Tocantins PDF Imprimir E-mail
Seg, 02 de Dezembro de 2019 12:05
Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter
Entidades do Tocantins se uniram para participar da terceira edição do Dia Nacional de Urubuzar.

O evento tem como propósito sensibilizar a população para os riscos e impactos do atropelamento de animais nas estradas e seu nome deriva do Sistema Urubu, um aplicativo voltado ao monitoramento da biodiversidade e segurança viária.

Participaram da iniciativa no Tocantins o Conselho Regional de Biologia 4ª Região, a Associação Tocantinense dos Biólogos, o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), a Polícia Rodoviária Federal, o Centro Universitário Católica do Tocantins a e Universidade Federal do Tocantins. 

Como parte da programação, no dia 15 de novembro foi realizada uma blitz educativa com a distribuição de panfletos e realização de minipalestras com exposição de vídeos sobre a temática. A blitz ocorreu no Posto da Polícia Rodoviária Federal na BR-153, município de Paraíso do Tocantins, e contou com a participação da conselheira do CRBio-04 Adriane Valadares.


Já no dia 22/11, na UFT, foi promovida uma palestra e exposição de peças com técnicas de taxidermia e osteotécnica do Museu de Morfologia da Universidade Federal do Tocantins, sob coordenação da professora Tainá de Abreu. O Conselho de Biologia foi representado pela delegada Renata Acácio, pela subdelegada Angélica Beatriz Gonçalves e pela conselheira Adriane Valadares.


Sobre o sistema
Conforme informações do Sistema Urubu, a cada ano no Brasil são atropelados 475 milhões de animais, isto é, 15 animais a cada minuto. O sistema, coordenado pelo Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE), da Universidade Federal de Lavras (UFLA), visa auxiliar na definição de políticas públicas para reduzir os atropelamentos de animais nas estradas. A proposta é que estas estatísticas subsidiem ações de proteção, como a implantação de placas informativas ao longo de estradas consideradas mais críticas.

Nesta campanha de 2019, o Urubu Mobile, que era o aplicativo original, passou a integrar o novo aplicativo U-SAFE. Ao ver um animal atropelado, o usuário deve tirar uma foto que permita a identificação da espécie. A posição geográfica e a data serão automaticamente registradas e a foto será salva no álbum do aplicativo.